domingo, 15 de março de 2015

Saiam sonhos da minha mente adormecida

Saiam sonhos da minha mente adormecida
Abençoado  paraíso por  onde eu vagueava
Sobre meu sonho calmo ficaria enternecida
E as flores perfumavam enquanto sonhava

Este sonho que me leva ao mais lindo jardim
No descanso do meu sono sentia a tua beleza
Emoldurada e perfumada, sempre será assim
E o roseiral que acarinha, perfuma a natureza

Pairavam os sonhos, desejos e outras loucuras
E pensadas poesias, palavras e outras ternuras
Fazem parte dos meus anseios outras realidades

Deixei-me embalar pelo sonho de ser tua musa
Que os teus olhos querem, mas a mente recusa
De transformar os nossos sonhos em verdades.
****
Cidália Ferreira

15 comentários:

  1. Meu Deus Cidália!
    Que sonho maravilhoso e eu tive um sonho estranho essa noite. Estou até com medo.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  2. Um soneto maravilhoso, Cidália!
    E o Benfica a está a ganhar! ;-)
    xx

    ResponderEliminar
  3. Como é bom ser musa até nos sonhos.
    Lindos versos nesse soneto.
    Bjs amiga Cidália.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Estou encantada com a ternura deste poema de hoje! Entraste num sonho e o paraíso vislumbraste, onde tudo era calmo e perfumado...AMEI este poema...está maravilhosamente elaborado e inspirado...um grande beijinho e continua assim, uma alma sentimental e poetiza genial

    ResponderEliminar
  5. Soberbo este soneto amiga, parabéns. Bjusss

    ResponderEliminar
  6. Boa noite, querida Cidália,
    como sempre um soneto belíssimo e repleto de sonhos.
    Sabemos que nossos sonhos nos levam ás alturas e nos dão mais ternura o que nos dificulta o despertar. Musa sempre mesmo sem sonhar. Grande abraço!

    ResponderEliminar
  7. Maravilhoso Cidália :) é um gosto enorme ler os seus poemas!
    beijinho e bom fim de semana*
    http://mypreciouspace.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Belo soneto, amiga Cidália. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo domingo.

    ResponderEliminar
  9. Palavras de sentimento saídas de um coração cheio de ternura
    Gostei muito
    Beijo

    ResponderEliminar
  10. Quando se transformam sonhos bons em verdade é bom!
    Estava inspirada amiga.
    Desejo que se encontre bem.
    Bom domingo.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  11. Marco Aurélio - Brasil15 de março de 2015 às 22:03

    Querida amiga... perdoe-me a indelicadeza de sumir.....!!!
    As aulas começaram..... muita coisa para se fazer....
    Mas é doce e ler um sonho de uma poeta doce e sensível....
    Um sonho vir aqui!!!!

    ResponderEliminar