quarta-feira, 11 de março de 2015

Queria sentir este mar...

Queria sentir este mar e respirar,
Queria que tudo fosse beleza
Mergulhar nas ondas, ter a certeza
De que não caio numa armadilha,
Queria ser eu, e sou eu mesma
Queria ser feliz sem magoar
Acordar de manhã sem tristeza
Esperar que o sol beije o mar
Enquanto permaneces no pensamento,
Queria seguir as tuas pegadas 
Desabafar neste mar revolto
Deixar as lágrimas já largadas
Enquanto vagueio pelo horizonte,
Vi espreitar uma ponta do sol
Escutei o sussurrar das ondas
Como tua voz no meu ouvido,
Enquanto no areal me enrolava sozinha 
Fazendo das ondas o meu lençol,
Nos meus pensamentos tinha
As reflexões com sentido.
***
Cidália Ferreira

22 comentários:

  1. Eu também precisaria um mar assim! Me jogar!!! Aproveitar, curtir! Linda poesia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. ''''Amar é uma coisa especial, não é um vem e vai''

    ResponderEliminar
  3. Que deslumbrante poema com cenário junto ao mar! Enrolada no teu lençol como se fosse as ondas do mar revolto, num momento de reflexão, teus pensamentos transformaram-se em emotivas palavras que originaram um maravilhoso poema e uma imagem assombrosamente bela. Adoreiiiiii Cidália...o mar e tudo o que o rodeia é inspirador...um grande abraço para ti e dia muito radioso como o sol que brilha

    ResponderEliminar
  4. Bom dia
    Nem todos os sonhos são realizáveis... mas enquanto se sonha a nossa alma vive
    Poema lindíssimo cheio de frescura, arte de bem escrever, mostrando na sua autora uma ternura poética maravilhosa.
    Que esse sonho se realize.

    ResponderEliminar
  5. Que lindo Ci, o Mar nos contagia com suas ondas de um lado para outro.Mas sempre voltando para o começo da onda. E assim é o amor, quando é verdadeiro , ele pode até ir, mas volta.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Muito bonito Cidália, todos os poemas do mar nos inspiram ao amor, talvez pela tranquilidade que nos transmite... desejo-lhe muitas marezías inspiradoras :) dia feliz beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Lindo e belo poema e como é bom sentir o mar.
    Uma boa semana.

    ResponderEliminar
  8. Muito Belo este poema, o mar é inspiração para tanta coisa, eu que o diga que moro mesmo perto dele. Poema lindo com uma pitada de tristeza.
    Gostei bjs

    ResponderEliminar
  9. Eu amo o mar e as inspirações que ele nos proporciona.
    Linda poesia amiga Cidália.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  10. Acho que todas queriam um marzão assim!!

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  11. Mais um lindo poema, e sabe ter uma paixão com todos esses sentimentos é ser contemplada com o verdadeiro sentimento.

    Beijos e uma ótima Quarta-feira

    ResponderEliminar
  12. Eu também gostaria de jogar num mar lindo assim e deixar que o pensamento voasse livre de encontro ao horizonte
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Sugestivo o poema e a foto Cidália
    O mar é de fato um elemento inspirados nas nossas vidas.
    Desejo tudo que sonhas,
    um abraço

    ResponderEliminar
  14. Oi Cidália,
    Eu adoro o mar, mas tenho medo das ondas bravias.
    Bela poesia
    Beijo no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  15. Belo poema!
    O segredo é mergulhar, quando o mar está calmo....:-)
    O mar sempre, como grande fonte de inspiração!
    xx

    ResponderEliminar
  16. mar, fonte de inspiração dos poetas....
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  17. Mais um poema bem criado, no entanto, devemos sentir a liberdade de não só espreitar a ponta do sol, mas para espreitar e sentir o sol total.
    AG

    ResponderEliminar
  18. O mar , eterna fonte de inspiração dos poetas.

    Excelente poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Gostei do lindíssimo poema,.uma imagem fantástica.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  20. Mar, adoro o mar, sempre inspirador os seus belos poemas sobre essa imensidão linda!
    Amei ler amiga poetisa!

    ResponderEliminar
  21. O mar é tudo de bom para se inspirar naquela água indo e vindo
    e a todo os momento ficamos se inspirando amei.

    ResponderEliminar