sábado, 21 de fevereiro de 2015

Sentia a brisa entrar...

**.**
Sentia a brisa entrar, 
Pela janela 
Que na minha memória
Estava virada para o mar,
Ouvia-se o vento soprar
Voavam areias pelo ar
Até os salpicos salgados
No meu rosto carente, servia
Para acalmar a saudade,
Ondulam as águas límpidas
Banhadas por raios de sol,
Sopra suavemente 
Uma brisa, parece gente
Ouço o bater na janela
Será vento, ou pensamento
Ou saudade de momento,
Sentia a brisa 
E as águas a dançar
Na imaginação 
Da minha janela tão bela.
***
Cidália Ferreira.

19 comentários:

  1. Oi querida Bom diaaaaa
    Passando para deixar um beijo e te desejar um maravilhoso fim de semana.
    Amei a postagem. Não exite coisa melhor que uma brisa bem suave em nosso rosto.
    As pessoas já andam tão sobrecarregadas,muitas vezes até amarguradas por isso vamos transmitir um pouco mais de paz,
    amor,vamos conforta-las com palavras amáveis,gestos sinceros.
    Muitas vezes um ‪#‎BOM‬ ‪#‎DIA‬,UM ‪#‎BOA‬ ‪#‎TARDE‬

    ResponderEliminar
  2. Adoro tuas inspirações! Linda! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Que poema encantador inspirado pela frescura da brisa marítima...ela entra e traz boas memórias..memórias que o tempo não varreu...ADOREI...um poema singelo mas rico de emoções...um grande beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Oi Cidália.
    Poetizou sobre uma natureza linda.
    Linda inspiração
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  5. Muitas vezes a nossa janela é testemunha dos nossos sonhos. E quem pode dizer que nunca esteve à janela... sonhando?
    Parabéns por mais uma pérola poética
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Olá, querida Cidália
    E sentindo a brisa, tudo fica suave e transparece nos versos seus... Lindo!!!
    Uma santa e abençoada Quaresma!!!
    Bjm fraternal

    ResponderEliminar
  7. As memórias que uma janela pode trazer!...
    Belo poema, Cidália, e a imagem também é muito bonita!
    xx

    ResponderEliminar
  8. Um belíssimo poema neste espaço tão bonito.Adorei

    ResponderEliminar
  9. Amiga Cidália, esta janela de frente de frente para o mar, é um convite às viagens do espírito. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  10. Por vezes não há nada melhor do que dialogar com a brisa.
    Cadnho RoCo

    ResponderEliminar
  11. Sonhamos tanta vez com o que gostaríamos que acontecesse.

    Belíssimo poema,

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Lindo !!!!!!!

    Bate a brisa
    Na janela
    Trás consigo a saudade
    Atiro meus braços
    Pra ela
    Fazendo da fantasia
    Saudade.

    Amiga, apesar da chuva que nos molha os pensamentos, desejo do coração um bom fim de semana....
    Beijinho

    ResponderEliminar
  13. Que bonito poema, minha amiga! A imagem é maravilhosa.
    Tem um fim de semana feliz

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Lindo poema amiga. Quanta beleza podemos ver e sentir através de uma janela...
    A da alma então nem se fala!
    Beijão e tudo de bom!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  15. Que maximo amei e amo tos esas belas poesia você arrasa todo os dias.
    tenha um final de semana abençoado, Curta e siga o meu canal
    https://www.youtube.com/watch?v=1LOCPg0HbTA

    ResponderEliminar
  16. Marco Aurélio - Brasil21 de fevereiro de 2015 às 10:13

    Cidália..... a janela de tua vida é a "porta" de entrada de todo o sentimento de ternura e pureza que fluem de ti.
    Beijos admirados....

    ResponderEliminar
  17. Saudade quando teima em não deixar-nos em paz, dependendo do contexto, dói.
    Espero sempre que as saudades sejam boas e nos façam abrir lindos e suaves sorrisos.
    Linda poesia.
    Beijos na alma e paz.

    ResponderEliminar