quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Neste por-do-sol, bálsamo do coração.

**
Neste por-de-sol que me encantou
Senti a tua essência simples e pura
Que brilhava tanto, que me deixou
Andando sem destino à tua procura

Nesta praia tão calma e já deserta
Onde nem gaivotas eu vejo passar
Mas olho o horizonte e estou certa
Que além, te sinto por mim chamar

Em mar calmo, e sem o meu amor
Olhando pôr-do-sol, botão em flor
Recordando com saudade, emoção

Levanta uma brisa que me faz sorrir
Quando a tua presença  pareço sentir
Neste pôr-do-sol, bálsamo do coração.
***
Cidália Ferreira

21 comentários:

  1. É tão bom quando temos essa sensação por estar perto de alguém, lindo poema como sempre seus poemas refletem os sentimentos da alma.

    Bjs e uma ótima terça-feira

    ResponderEliminar
  2. Olá Cidália,
    que lindo pôr do sol em seu soneto quando podemos sentir todas as emoções possíveis e, quem sabe as impossíveis também.A foto é lindíssima e faz jus a sua escrita. Beijos!

    ResponderEliminar
  3. O por do sol é algo maravilhoso que Deus nos concedeu, com soneto maravilhoso, só poderia sair uma obra prima. Parabéns
    Beijos Cidália

    ResponderEliminar
  4. Um lindo por de sol e anoitecer maravilhoso que inspira!! bjs, chica

    ResponderEliminar
  5. Ai Cidália nem sei que te diga! Que poema mais lindo tendo como cenário o meu adorado mar, pôr do sol e praia, conjugados com tanta ternura e paixão. Adorei...em cada palavra há uma magia empolgante e romantica...Um abraço grande Cidália

    ResponderEliminar
  6. E como é lindo amar diante do pôr do sol.
    Muito lindo amiga Cidália.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Há sempre uma voz que parece chamar-nos ao sol-pôr. Lembramo-nos sempre de alguém.
    Belo poema!
    xx

    ResponderEliminar
  8. Neste dia de chuva e frio foi bom ler este seu poema.
    Como eu desejo a chegada da Primavera.
    Bj. amiga e desejo que se encontre bem.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  9. Linda inspiração para um por de sol. Parabéns poetisa nota 10. Bjs

    ResponderEliminar
  10. Olá, Cidália, tudo bem?

    Delicado poema, pois todo poente é um nascente de saudades dentro de nós...

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  11. Marco Aurélio - Brasil10 de fevereiro de 2015 às 18:06

    Cidália...... certos momentos nos fazem refletir, fazer uma auto-análise, pensar nos amores.....O por do sol é uma hora mágica, que você soube tão bem retratar....

    ResponderEliminar
  12. Oi Cidália.
    Sua poesia tocou meu ponto fraco, pois meu primeiro amor começou na praia ao pôr-do-sol.
    Linda poesia!
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  13. Tanta inspiração num pôr-do-sol, enriqueceu o fantástico poema.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Lindo demais,querida amiga Cidália.

    Adoro poentes e eles nos inspiram a falar e poetar sobre o amor.

    Simplesmente maravilhoso seu poema.


    Beijos e lindo final de terça.


    Donetzka

    ResponderEliminar
  15. Dá uma paz olhar o mar....

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  16. Linda mensagem! adorei a imagem do mar beijo.

    ResponderEliminar
  17. Linda mensagem! adorei a imagem do mar beijo.

    ResponderEliminar
  18. Olá, por de sol maravilhoso que aquece a alma.
    AG

    ResponderEliminar
  19. Amiga Cidália, este lindo soneto merece ser lido junto a um belo por de sol, tal qual a proposição do poema. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda tarde.

    ResponderEliminar