sábado, 31 de janeiro de 2015

Olho-te no horizonte, da minha janela


Olho-te no horizonte, da minha janela 
Vejo o infinito do mar calmo, 
Olho dentro da minha alma 
Que me faz  pensar 
E ter calma...meditar 
Sobre um mar sereno de ilusões 
E das misteriosas águas  
Que se elevam no meu pensamento, 
Da minha janela, olho, sem tempo  
Sou eu quem te espera, sem pressa 
No silencio do meu momento 
Penso no que és no meu presente 
Mas sempre ausente,
Da minha janela olho-te sem te ver 
Imagino-te sem te ter, 
Mas sinto-te nesta brisa  
Que perfuma meu coração 
Que este mar calmo me faz viver. 
*** 
Cidália Ferreira 


25 comentários:

  1. Cidália,seus poemas são balsamos para noss' alma.
    bjs amiga
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Lourdes Piedade Patacas30 de janeiro de 2015 às 15:07

    Lindo horizonte de águas calmas,e sem pressa esperando a brisa
    que perfuma o coração.
    Adorei o poema, beijo

    ResponderEliminar
  3. Um poema que transmite calma. Gostei.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Um amor que se pressente na brisa, e um belo poema para cantá-lo!
    Bom fim de semana, Cidália!
    xx

    ResponderEliminar
  5. Poema de amor muito bonito..Encantador mesmo
    Feliz Fim de Semana
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Bonito olhar, Cidália.

    Olhando com o coração...

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  7. Perfeição amo a sua alma fala com carinho e amor, bom final de semana
    Vídeo Novo: https://www.youtube.com/user/NekitaReis/channel
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  8. Yes, I follow you on gfc, follow back?

    http://itsmetijana.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. A janela nos faz ver a vida...lindo.
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  10. Janela indiscreta, por ela vemos tudo, até a nossa alma, gostei amiga, como sempre, bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. Lindo, adoro poemas assim, quando mencionam o mar, a imagem é mesmo inspiradora linda amiga!
    Amei ler como sempre, lindos versos poéticos!
    Abraços bem apertados!

    ResponderEliminar
  12. Magnífico e doce poema de amor.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Marco Aurélio - Brasil30 de janeiro de 2015 às 23:47

    Cidália....
    A imagem que você colocou transmite uma paz incrível...um olhar de uma janela numa varanda sobre o mar, as doces palavras do sentimento de ausência.... ausência que será por pouco tempo, pois você o espera com prudência e calma...
    POEMA MARAVILHOSO!!!

    ResponderEliminar
  14. Lindo poema de paz interior! Adorei! bjs, chica

    ResponderEliminar
  15. Tão bom ´ler um poema de amor como esse, Cidália.
    Gostei!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  16. um poema de amor e suas reflexões.
    bom fim de semana.
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  17. Querida, passando para lhe desejar um ótimo final de semana.
    Beijos

    ResponderEliminar
  18. Que poema lindo,Cidália.Que seu amor sempre navegue por águas claras,calmas.

    Amo seu jeito diferente de poetar,amiga.

    Obrigada pelas visitas.

    Lindo sábado.


    Beijos

    Donetzka

    ResponderEliminar
  19. Mais um lindo poema Amiga.
    Navegar no imaginário, sobre as ondas do mar, dá-nos a feliz sensação de entrar nos sonhos que balanceiam os pensamentos.
    Com a esperança não pode ser perdida, faço força para que, dessa janela, continue a olhar as ondas e a mergulhar nas melhores fantasias.
    Beijinho e Feliz fim de semana !!!!!!!!

    ResponderEliminar
  20. Marco Aurélio - Brasil31 de janeiro de 2015 às 18:14

    Hummmm... ainda bem!!!

    ResponderEliminar
  21. Amiga que show você arrasa todos os dia com os seus poemas e poesia.
    Vídeo Novo: https://www.youtube.com/user/NekitaReis/channel
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  22. Maravilhoso poema!! A imagem está perfeita.
    Bom fim de semana.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  23. Lindo poema
    feliz fim de semana, Cidália
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  24. O mar, sempre inspirador. Gostei, Cidália.

    ResponderEliminar
  25. Que belo momento meditando à janela e avistando a calma do mar...esse mar que tanto adoro e faz inspirar o mundo...transportas todo o teu pensamento e emoções tão soberbamente para as palavras e transformas-as em ricas poesias...adorei Cidália...um grande abraço

    ResponderEliminar