sábado, 10 de janeiro de 2015

Encontrei-me com a tristeza

***//***
Encontrei-me com a tristeza 
No meio da solidão 
Ermo longínquo, e com frieza 
Sinto entrar no coração 
Gotas, de tão tristes sentimentos,  
Isoladaneste mar silencioso 
Onde a melodia é pensamento 
Que persiste em seguir 
Meu estado em qualquer momento, 
Queria de longe um sussurro 
Saudades que sinto ter, 
Mas sinto desmoronar 
Este meu mundo encantado 
Que meu coração faz sofrer
Por ele estava apaixonado, 
Encontrei-me com a tristeza
No meu mundo de ilusões!
***
Cidália Ferreira

19 comentários:

  1. A tristeza marca a hora mas não pode marcar o coração.
    Eleva o ego, olha em frente, acalma a alma, e acredita que mais além está a palavra, o conforto, o amor que desejas e mereces
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Lindos versos poetisa da alma, a tristeza um dia vai embora, muitos estão sentindo isso e se identificam, por isso tens essa capacidade, levar até aos que estão tristes, a certeza de que faz parte de todas as almas viventes!
    Abraços bem apertados e te desejo um lindo fim de semana!

    ResponderEliminar
  3. 0 poema é lindo! O coração continua triste! . Bom fim de semanna. bjs

    ResponderEliminar
  4. Grande poetisa mande logo embora essa tristeza senão resolve fazer morada neste doce coração
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Boa noite Amiga poetiza.
    Poema lindo, mas, na verdade, muito triste e por isso, difícil de comentar.
    Quem sabe o tempo muda e traz com ele a acalmia necessária, esperemos que sim.
    Beijinhos e Bem fim de semana !!!!!!

    ResponderEliminar
  6. Um belo poema, mas não podes deixar que a tristeza te absorva a vida.
    Tenta fazer um poema diferente, com alguma alegria, com sentido de humor...sei lá!
    Tanto a tristeza como a alegria podem ser viciantes, tenta um pouco de alegria, minha querida.
    Bom fim de semana!
    xx

    ResponderEliminar
  7. O mundo interior pode ser o que se quiser.

    Por vezes tristeza, outras pura alegria.

    Quedei-me nesta tua ilusão de só querer ser feliz.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Marco Aurélio - Brasil10 de janeiro de 2015 às 00:00

    Querida Cidália.... mais uma vez tivestes a precisão cirúrgica....
    A tristeza sempre nos encontra na solidão....mesmo cercados de pessoas, se estivermos tristes é porque estamos sós....
    Lindo o poema... preciso dizer????

    ResponderEliminar
  9. Querida vamos deixar a solidão e a
    tristeza em outro canto não vale a pena
    Mas como sempre seus poemas são divinos

    Abraços de bom final de semana

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
  10. Poesia linda, mas prefiro não encontrá-la,rs bjs praianos,chica

    ResponderEliminar
  11. Tristeza ninguém quer encontrá-la mais infelizmente é impossível não encontrá-la, Cidália beijos.
    Blog /Fan Page / TSU/

    ResponderEliminar
  12. Oi Cidália
    A tristeza aparece, porém a certeza da alegria anima a alma. Bjs amiga.

    ResponderEliminar
  13. UM POEMA MUITO TRISTE, MAS COM MUITA BELEZA!!
    ADOREI

    MARGARIDA P.

    ResponderEliminar
  14. Olá Cidália,
    "Encontrei-me com a tristeza..." - também a encontro muitas vezes. É senhora muito presente, nem precisa ser convidada.
    bj amg

    ResponderEliminar
  15. Encontraste te com a tristeza e inspiraste te neste poema tão brilhante e emotivo...adorei os quatro primeiros versos com que iniciaste o poema...como já disse várias vezes a poesia é o soltar do estado de alma...é o seu muro das lamentações...mesmo com tristeza no coração soltam-se palavras lindas e profundas...adorei este poema Cidália e a imagem é duma beleza extraordinária

    ResponderEliminar
  16. Belo poema,querida amiga Cidália. Tristezas, não precisam necessariamente fazer parte do amor.Viva-o intensamente e feliz,pois quem conhece esse lindo sentimento,já é ditosa por natureza.Muitos nunca amaram na vida!

    Adorei,minha amiga poeta.

    Beijos e um fim de semana de bênçãos!

    Obrigada pelas visitas,querida.


    Donetzka

    ResponderEliminar
  17. A vida é feita de momentos.....é preciso ter força para ultrapassar os mais complicados.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar