segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Voltei ao canto da minha solidão.

Voltei aos meus pensamentos 
Da solidão que me atormenta 
Desta carga que são lamentos 
Onde minha tristeza aumenta 


Via passar alegria ao meu lado 
Parava por momentos e sorria  
Pergunta porquê, rosto isolado 
Se ncaminho eu tinha alegria 


Encostada a um canto, sozinha 
Lágrimas tomam conta de mim 
Vou esperar pela tua palavrinha
E me deixes teu cheiro a jasmim


Vem tirar-me deste sufoco agora 
Tenho em pedaços  meu coração 
O meu pensamento por ti chora 
Voltei ao canto da minha solidão.
***
Cidália Ferreira


24 comentários:

  1. Gostei do que li. Mais uma escritora para conhecer.


    Parabéns pelo Troféu Xícara de Ouro.
    joturquezzamundial
    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Solidão é doença a se combater com todas as armas possíveis!
    Gosto muito dos teus versos carregados de emoção, seja na alegria, seja na tristeza.
    Parabéns!

    Beijoo'o
    flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Poesia linda,triste canto esse! Ótima semana,bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Hola pásate por mi blog, saludos
    Escuchame en el silencio

    ResponderEliminar
  5. Marco Aurélio - Brasil8 de dezembro de 2014 às 11:49

    Cidália.... a solidão, algumas vezes, se aninha dentro de nós, que a deixamos florir e crescer....
    E tua solidão, eu sei, é só uma licença poética...

    ResponderEliminar
  6. A solidão às vezes torna-se um vício, é preciso força de vontade para que ela não cresça.
    xx

    ResponderEliminar
  7. Bom dia Cidalia.. que a solidão fique mais nos versos que na vida..
    na vida ela nos deixa presos.. bjs e até sempre

    ResponderEliminar
  8. Impossível ficar indiferente a tanta tristeza e ao grito amargurado do sufoco que domina tua alma...lindoooo Cidália...apesar duma tristeza imensa tens uma capacidade nata de transportares da alma para as palavras todas as emoções....parabéns por mais um belo poema...um grande abraço e um feliz feriado

    ResponderEliminar
  9. Cidália, para além de muito triste, é tão lindo!! Mas porquê??!
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Voltei ao canto da minha solidão.
    -------------
    A solidão por vezes é uma companhia. E que companhia.

    Felicidades
    MANUEL

    ResponderEliminar
  11. É muito triste ter essa solidão,espero que ela passe e não volte nunca mais.
    bjs amiga Cidália.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  12. Pois... Quantas vezes não nos sentimos assim?
    Muito triste, mas muito bonito. Gostei muito...

    Beijo

    ResponderEliminar
  13. Eu não gosto de solidão, acho que ninguém gosta, mas vale a pena esperar...

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  14. Eh pá, parabéns pela Xícara de Ouro!
    xx

    ResponderEliminar
  15. quadras bem rimadas exprimindo um coração em desalento!
    boa semana.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  16. Boa tarde, voltar ao canto da solidão, significa que vai sair desse canto para o meio da sala com muita felicidade, não tenho duvida que a vida é mesmo assim.
    Parabéns pela musica de fundo que é linda.
    AG

    ResponderEliminar
  17. Parabéns pelo texto que embora triste é muito bonito
    Parabéns pela xicara de ouro que premeia uma grande poetisa

    Deixo um beijo

    ResponderEliminar
  18. OI CIDÁLIA!
    SEMPRE LINDO TEU TEXTO.
    PARABÉNS PELO "XÍCARA DE OURO".
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. Triste mas maravilhoso poema. Amiga, animo!

    Beijinhos e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  20. Os poemas tristes acabam sempre por ter a sua beleza.
    bjs

    ResponderEliminar
  21. A solidão é muito ruim não podemos deixar ela nos dominar, Cidália parabéns pela Xícara de Ouro beijos.
    Blog /Fan Page / TSU/

    ResponderEliminar
  22. Oi, Cidália!
    A tristeza pode ser um traço forte de personalidade em algumas pessoas, mas se ela é constante e principalmente se um dia foi alegre, algo está errado. Sei que os poetas e escritores criam condições alheias ao seu modo de ser para apenas expressar uma situação, então, não sei qual é a história desse poema, pois estou chegando agora ao seu blogue e apostando que o poema tenha sido inspirado em um momento passageiro.
    Parabéns pela "Xícara de Ouro"!
    Beijus,

    ResponderEliminar
  23. Triste,mas lindo como todos,Cidália.

    Parabéns pelo troféu.você merece!

    Obrigada pela visita e linda semana.

    Beijos


    Done

    ResponderEliminar
  24. TRISTE MAS LINDO!

    MARGARIDA

    ResponderEliminar