terça-feira, 25 de novembro de 2014

Perdida...


Perdida, entre palavras soltas  
De uma triste melodia 
Notas, palavras e escritos 
Sonhos, desejos, tristezas  
E rimas  em sintonia,
Perdida, neste mudo dos reais  
Entre lágrimas de solidão 
Como papel sem letras finais 
Onde faz falta o refrão 
Melodias e outros tais, 
Pedida, entre escrita sem caneta 
Entre musica sem letra 
E entre caminhos sem fim,
Agarro-me ao teu viver 
E apenas guardo certezas 
Dos teus dons celestiais  
Carinhos, e muito mais 
Perdida vou aprendendo,
Que lágrimas...
São partículas de poesia... 
***
Cidália Ferreira


22 comentários:

  1. Linda e intensa, como sempre! Adorei! bjs, ótimo dia! chica

    ResponderEliminar
  2. linda poesia,beijos amei!!!

    ResponderEliminar
  3. Palavras sempre carregadas de sentimento.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Marco Aurélio - Brasil25 de novembro de 2014 às 10:24

    "Lágrimas são partículas de poesia."
    Ou seria a poesia é uma grande lágrima que derramamos????

    ResponderEliminar
  5. Perdida nas palavras, na rima e na emoção inspiraste um magnífico poema...simples mas profundo e denota o teu estado de alma...as lágrimas são partículas da poesia mas a poesia muitas vezes é um conjunto de lágrimas derramadas e gritos soltos da alma...maravilhoso Cidália...um beijinho e dia feliz

    ResponderEliminar
  6. Linda inspiração amiga!
    Beijos!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  7. É o mundo dual de um poeta. Variando entre as duas pontas, da vida real e da escrita. Às v ezes penso que minha escrita é mais real do que a vida convencional, dentro do meu mundo poético, sou mais livre, mais dono das coisas. beijos.

    ResponderEliminar
  8. Muito bonito, e as lágrimas também se podem transformar em poesia.
    A imagem também foi muito bem escolhida!
    xx

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde Cida.. por anos tb fiquei perdido em palavras e tristezas.. mas eis que hj é só alegrias que elas me dão.. bjs poetisa

    ResponderEliminar
  10. Feliz terça-feira!
    Nossos sonhos que transformam-se em desejos,
    e inesperadamente encontro-me em seu abraço,
    seu corpo quente me eleva ao mais pura certeza que estamos em uma única sintonia, o amor.
    É querida Cidália vc me inspira rsss
    Grande beijo.
    Nicinha

    ResponderEliminar
  11. A gente se perde mais a gente se encontra rs...

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  12. Estado de alma transferido para as palavras insertas em sentimento, cujo papel molham em lágrimas de pensamento
    Bonito poema cheio de tristeza mas com uma verdade: Assim faz poesia quem ama

    Felicidades em teu coração
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. Um poema triste, mas lindo... Adorei
    Beijinho

    ResponderEliminar
  14. Apesar da indole triste deste poema, as palavras são simplesmente contagiantes! Fantástico!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  15. Rosaria Marques Marques25 de novembro de 2014 às 21:41

    Alma sempre triste, mas inspiração grandiosa. adorável poema.
    O mais terrível dos sentimentos é o sentimento de ter a esperança perdida.”
    ―Federico García Lorca
    Um beijinho no teu coração.

    ResponderEliminar
  16. Mesmo com tristeza, é excelente.

    Beijinhos amiga.

    ResponderEliminar
  17. Oi Cidália ,que Deus embale o seu sono e te traga um lindo amanhecer ,bjs.

    ResponderEliminar
  18. Começou a segunda fase Batalha Blogueira Calçados Bebecê
    Conto com seu voto
    Desde já agradeço!!!!
    http://batalhadeblogueiras.com.br/home_fase2_interna.php?cod=70

    ResponderEliminar