quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Sinto tanto a tua falta.

...
Sinto ausência dos sentidos
Das horas, dos dias
Do afeto, do teu carinho
Das estrelas, do sol
Das palavras reservadas
Do teu silêncio, da tua voz
Da tua sombra, do teu cheiro,
Sinto a ausência nos nossos dias
Dos sorrisos, das gargalhadas
E dos momentos mais quentes,
Sinto-te ausente de mim
Sufoco-me pela tortura
Saudade da permanência
Sinto-me sozinha à deriva,
Simplesmente esta carência
Que me mata, entristece
Me faz sair de mim,
São estas lágrimas puras
Sentimento que enlouquece
Entres todas as loucuras
E por quem nunca te esquece,
Sinto tanto a tua falta.
***
Cidália Ferreira.

23 comentários:

  1. Palavras carregadas de saudade...
    bjinho

    ResponderEliminar
  2. Lindas saudades que tão bem te inspiram! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Saudades boas bela poesia
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  4. Lindo e profundo.

    bjokas com carinho =)

    ResponderEliminar
  5. Linda poesia! repleta de saudade, essa senhora saudade,
    que nos sufoca e tortura, mais se temos saudade foi porque
    foi bom. bjs... e um ótimo dia querida.

    http://magdadefarias.blogstop.com.br

    ResponderEliminar
  6. Um grito sufocante de saudade...de desespero...de desalento... tão maravilhosamente transferido para as palavras...sente-se em cada verso a amargura que te vai na alma e isso te faz uma das rainhas da poesia...adorei...um grande abraço Cidália e continua a maravilhar-nos...

    ResponderEliminar
  7. Vejo que somos felizes por nossas saudades... Isso significa que vivemos intensamente todas as nossas lembranças! Belos sentimentos em seu poema!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. Cada marca impressa na vida fica registrada na memória e isto em algum momento desta vida nos enche de saudades. Belíssimo poema. Beijos querida. Feliz dia.

    ResponderEliminar
  9. Saudade na lembrança..desejo que aconteça o encontro desejado, no silêncio e ternura da palavra: AMOR
    Deixo um beijo...

    ResponderEliminar
  10. Lindo sentimento, embora bem doído, sentir saudade muitas vezes dói demais, sentir a falta de alguém então, nossa, isso muitas vezes bloqueia os caminhos, como bloqueia!
    Amei ler amiga Cidália, forte sentimento de dependência que conseguistes passar em versos, com certeza muitas pessoas estão se identificando com isso.
    Abraços apertados minha amiga poetisa!

    ResponderEliminar
  11. Querida Cidália
    Como a ausência dói!
    E como soube escolher as palavras certas para a descrever e o sofrimento que ela acarreta!
    Parabéns.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde, sentimentos doidos originados pela ausência, cada palavra que compõe o belo poema revela o coração magoado.
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Sentimentos lindos que a cada linha lida me enleva para um certo coração, ai meu Deus! rsrs,,,Beijos querida, ótima quarta-feira a vc

    ResponderEliminar
  14. A ausência de quem gostamos é tramada... esse coração vive sufocado... Um grito de saudade, que deixou escapar um excelente poema.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  15. OI CIDÁLIA!
    ESTA MESMA SAUDADE QUE EM UM PRIMEIRO MOMENTO SUFOCA E MALTRATA, NUM SEGUNDO MOMENTO, CONFORTA POIS É O ELO ENTRE QUEM A SENTE E O OBJETO DELA.
    LINDO TEU TEXTO.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. A saudade pode ser dor fatal.

    Há que dar-lhe novas roupagens.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Amiga Cidália, eis um lindo poema.
    Aqui no Brasil se diz que a saudade mata a gente. Tenho um amigo, irônico, que diz, a saudade talvez não mate, mas entorta.
    Um abraço daqui do sul do Brasil.

    ResponderEliminar
  18. Sentir saudades é sinal de passados felizes. Dói, com certeza. temos que fazer dela a esperança de dias semelhantes , de reencontros ...
    Poema que faz as lembranças saudosas aflorarem..,
    um beijo.

    ResponderEliminar
  19. Então é recomeçar a sonhar mesmo com saudades do que se foi. Sigo o seu blog e agradeço o carinho da visita. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  20. Eita saudade que maltrata, judia mesmo de um coração apaixonado. Poema lindo amiga. Bjinhos em ti.

    ResponderEliminar
  21. Oi Cidália,como fica difícil sentirmos a falta de alguém.
    Sempre maravilhosos seus versos.
    bjs amiga-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  22. LINDO, MAS TRISTE POEMA!

    MARGARIDA

    ResponderEliminar