segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Sinto saudades...de ti.

Sinto saudades
Do teu perfume, do teu beijo
Do teu carinho, do meu tremer
Do teu abraço, do meu desejo
Dos teus sussurros, do meu gemer,

Sinto saudades
Da alegria no meu cantinho
Das palavras que me consolam
Que me dão luz ao meu caminho
E dos teus sentidos que me despertam,

Sinto saudades
De te levar ao meu canto
Desnudar-me por prazer
Fazer de ti  o meu encanto
Enquanto o meu coração viver,

Sinto saudades
Do tempo que já passou
Da beleza que foi embora
Mas que em mim algo marcou
Sinto saudades, de ti, a toda a hora!


***
Cidália Ferreira 

21 comentários:

  1. BOM DIA AMIGA POETIZA !!!!!
    Obrigado por mais este lindo poema e que a saudade da personagem, anunciada seja saciada.
    Feliz domingo com saúde e Alegria
    Beijinho !!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Que essa saudade que está a corroer esse coraçãozinho possa ser aliviada com a volta do amado.
    Um domingo iluminado para você querida
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Tanta saudade faz alma triste. Mas só se sente saudade do que foi bom.
    Belo poema, Cidália!
    Bom domingo!
    Boa sorte para o Glorioso! :-)
    xx

    ResponderEliminar
  4. Belissimo poema...saudades são memorias boas, pois marcam o nosso dia.

    ResponderEliminar
  5. Ahhh... saudade é o amor rebatendo, é chicote machucando ainda mais quem está preso e cansado de apanhar. Belo poema Cidália. bjs

    ResponderEliminar
  6. Lindas saudades que tão bem te inspiraram! bjs, chica

    ResponderEliminar
  7. Bela saudades...Ótimo Domingo.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Lindo poema, mas não gosto de sentir saudades, prefiro que as lembranças sejam singelas e que haja sempre esperança de reencontro!
    BJOS
    Lena

    www.lenalopezblog.com

    ResponderEliminar
  9. Sentir saudade pode ser bom ou mau. Depende do contexto.
    Normalmente a palavra origina belos poemas como o presente. Bem elaborado, forte inspiração, fértil desejo de não sentir...saudade
    Deixo um beijo

    ResponderEliminar
  10. Subscrevo o comentário da Leninha, mas não é fácil...
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Um poema lindo com uma saudade que dói...ou pelo menos parece.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Poema maravilhosa arrasou.
    Siga e curta o meu canal Nekitareis, tenha uma semana abençoada.

    ResponderEliminar
  13. Uma saudade que originou num maravilhoso poema... Adorei, amiga.

    Beijinho e uma semana feliz.

    ResponderEliminar
  14. saudades de quem se amou (ou se ama) por vezes é bom sentir!

    :)

    ResponderEliminar
  15. Quem não sente saudades de quem se amou ou ama?

    Que maravilha de poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. Ainda que ficaram saudades... valeu o que se viveu e se vive por amor.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  17. As saudades traduzem o bom que se viveu e amou. É sempre algo que fica em nós e perdura.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  18. Ah,essa saudade que mata um coração apaixonado.
    Lindos versos amiga Cidália.
    bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  19. Quando a gente ama, sente uma sdd infinita.
    bjokas =)

    ResponderEliminar
  20. Saudade...esse estado de espírito que desde a antiguidade é cantado e escrito...pegaste na saudade da tua alma, inspiraste-te com um brilhantismo e brindas-mos com um fabuloso poema...adorei...bela construção...rima...intensidade..parabéns Cidália e um grande abraço

    ResponderEliminar
  21. Olá, querida Cidália
    Saudade pode ser boa... a sua deve ser... inspirou um lindo poema...
    Bm fraternoj

    ResponderEliminar