segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Saltam flechas como espinhos.

...
Neste baloiço da vida
Que me embala a ilusão
Até palavras me afetam
E me trazem como flechas
Espinhos ao coração,
Embalo-me no momento
Choro lágrimas de amargura
Que lavam meu rosto triste
E me deixam nesta tortura,
Sozinha vou desistir
Entre quimeras me refugiar
Neste dia que parece escuro
Nem as estrelas me aquecem,
Mas meu coração tem
Um sol lindo a iluminar
Entre o sonho do imaginar,
Saltam revoltas no ar
Estas lágrimas ao recordar
Neste baloiço tão triste
Em que todas minhas forças
Estão no momento, acabar!!
***
Cidália Ferreira
.....

30 comentários:

  1. olá bom dia Cidália
    que poema maravilhoso... adorei !!!!

    beijinho grande e bom domingo

    ResponderEliminar
  2. As palavras por vezes ferem. Lindo poema! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Oi Cidália, a vida as vezes é assim como um balanço e as
    flechas as vezes nos ferem. Belo poema. bjs

    ResponderEliminar
  4. Oh, Ci, que poema triste...

    Vamos lá a não perder a Esperança e a ir para a frente ao som deese lindo fundo musical que nos oferece!!

    Bom domingo , sem a chuva e cinzento daqui .

    ResponderEliminar
  5. Cidália.... novamente um poema triste e forte....
    Lembre-se que teu coração tem um sol lindo a iluminar.... use-o e ilumine nós que te amamos tanto!!!

    ResponderEliminar
  6. Palavras para quê quando se lê mais um hino à arte de bem escrever poesia?
    Forte, profundo, num tormento de lágrimas, quiçá sem sentido mas que ao sair dos olhos mostram o quanto o coração anseia pela felicidade. Apenas poesia,l mas com palavras sentidas e muito bem construídas nos versos a que dão ênfase.
    Gostei muito....
    Beijo e abraço

    ResponderEliminar
  7. Um baloiçar muito triste para este domingo melancólico Cidália! Mesmo com tamanha tristeza, sentimo-nos embalados por tanta beleza poética..é essa a autêntica arte da poesia...que tu tão bem dominas com palavras sábias e sentimentos profundos...que a força perdure para sempre no teu coração..mereces que o futuro te sorria...parabéns e um grande abraço amiga...

    ResponderEliminar
  8. Quando se baloiça em liberdade
    E se fecham os olhos de ilusão
    Corre o vento, trazendo felicidade
    Que inunda qualquer coração
    .
    Se embala a vida e o sentimento
    O sorriso e a alma alegre sem dor
    Tudo se esquece nesse momento
    E o coração se enche de amor
    .....................................
    É lindo o poema que nos envolve na aragem da esperança, qual sentimento positivo no baloiçar da nossa fé, que nos diz sempre ao coração, que nunca se deve desistir de ser feliz

    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Não pude deixar de comentar este poema/comentário tão singelo e amoroso do nosso amigo Ricardo...até o meu coração ficou inundado com tanto ternura neste baloiçar ao sabor do vento...concordo...Desistir de ser feliz...NUNCA Cidália

    ResponderEliminar
  10. Querida Cidália
    Um poema lindo,mas muito triste.
    Seja muito feliz,pense nisso e verá que consegue.
    Bom domingo.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  11. um baloiçar triste de cheio de desalento...

    amanha o sol brilhará de novo...

    :)

    ResponderEliminar
  12. Um poema triste, mas tão bonito...Amiga, tu és forte, não deixes as tuas forças acabarem...Amanhã é outro dia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Versos tristes num poema belíssimo. Incrivelmente o que é triste na vida torna-se belo na poesia. Feliz semana.

    ResponderEliminar
  14. Olá, Cidália Ferreira

    Amanhã, é um novo tempo.
    Passei para lhe desejar Paz, Saúde e Alegria.
    Todo tempo, é de reflexão. E este, nos convida sempre, à refletir. Sobre o dom da Vida, por exemplo.
    Feliz tudo.

    ResponderEliminar
  15. Entre quimeras me refugiar
    ----------
    Os sonhos são um refúgio. Mas por vezes, são uma maneira de se viver o que não se vive.
    ---
    Tudo de bom por aí.
    Felicidades
    MANUEL

    ResponderEliminar
  16. Bom dia querida amiga poema encantador
    tenha uma semana abençoada com muito sucesso.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  17. Oi Cidália,
    Passando para agradecer os comentários feitos no meu blog e na Amostra Poética.
    Linda poisia e adoro quando diz baloiço.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  18. Oi Cidália,palavras tristes,nesse balançar da vida.
    bjs amiga
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidália, que este sol lindo que brilha em seu coração, repleto de força e de esperança, jamais deixe de brilhar!
    Lindo poema!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  20. oi Ci

    Tem dias assim,mas logo passam e a alegria volta

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  21. Palavras de sofrimento
    Num poema assim tão lindo
    Só nos causam emoção
    Ao partilharmos a dor
    De quem deve e não está rindo.

    As saudades dos que foram
    Que atravessaram fronteiras
    Devem dar-nos aquela força
    Quando nos sentimos sós
    Distancia não tem barreiras.

    Beijinho amiguinha, tente encarar e viver essa distância, com sonhos mais risonhos. Sofrer tanto, não é solução e............FAZ DOER !!!!!!!!

    ResponderEliminar
  22. Olá Cidália,

    A melancolia ditou seu poema, mas vejo a esperança nesse sol que existe no coração poético.
    Muito lindo.

    Bela semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  23. adoro baloiços e ao ler este poema embalo o meu sonho, e com ele vou sonhando....um beijo amiga

    ResponderEliminar
  24. Tem dias que estamos assim, desesperançoso, mas nada como um novo dia para retomarmos de volta a esperança em dias melhores. Lindo poema. Bjussss

    ResponderEliminar
  25. Minha amiga, tão triste... Mas tão lindo...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Cidália achei muito triste o poema, porém muito lindo. Boa semana. beijos

    ResponderEliminar
  27. OLÁ AMIGA
    Oque poema lindo. As flechas as vezes nos fere mais logo vem Deus para nos curar desta ferida.A grande arte da Vida é Acordar depois de
    um sonho, levantar depois de um tombo, sorrir depois de
    uma decepção e nunca se desanimar.
    É olhar para frente com a esperança de vencer sempre
    Um feliz começo de semana.
    Ana

    ResponderEliminar
  28. Lindo,Cidália!

    Obrigada pelas visitas,amiga. Meu marido vai operar ainda em outubro e estou sem tempo para postar muito ou visitar,mas hoje escolhi você e mais 2 amigas para agradecer e me deliciar nos seus espaços.

    Beijos e linda terça_feira!

    Donetzka

    ResponderEliminar
  29. Poema triste...não perder a Esperança, Quem tem esperança sabe que nenhuma tristeza é eterna. Sabe que, após a chuva, virá o Sol; que amanhã será um outro dia. amei seu poema Bjsss.
    http://www.ficarbem.com/

    ResponderEliminar
  30. Olá, querida Cidália
    Que bom poder poetar para desabafar tudo!!!
    Obrigada por me prestigiar no Prosa poética do Viviane...
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjm fraterno

    ResponderEliminar