quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Entraste no meu coração bem devagar

Entraste no meu coração bem devagar
Com teu cheiro à linda  flor de jasmim
Ficava feliz quando que te via chegar
Ao meu jardim, com carinho para mim

Suavemente tu alimentas  minha alma
Com teu aconchego, carinho que preciso
Perfumas o meu ego e deixas-me calma
Com palavras perfumadas de improviso

É no teu perfume que à distância sinto
Nas tuas palavras em pétalas que pinto
Das várias cores, e dizer-te com emoção

És a pétala que germinas dentro de mim
Só tu me despertas sentimentos sem fim
És o jasmim, que perfuma o meu coração.
***
Cidália Ferreira


27 comentários:

  1. OLÁ CIDÁLIA BOM DIA MAIS UM BELISSIMO POEMA ,NUNCA DESISTAS OBRIGADA PELOS POUCOS MOMENTOS DE TRANQUILIDADE E EMOÇÃO BEIJOS LINDA ,SAUDAÇÔES GLORIOSAS ,LAURINDA ANJO.

    ResponderEliminar
  2. só um á parte cada vez temos que tentar entender o codigo ,fico confusa beijos.

    ResponderEliminar
  3. Belíssimo poema, Com palavras perfumadas de improviso... lindo verso.

    ResponderEliminar
  4. Entrar bem de devagar é sempre o melhor, o amor não pode entrar de qualquer jeito, Cidália beijos.Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderEliminar
  5. Amar a fuego lento, es de los sentimientos que anidan en nuestro ser más intensamente.
    Besos

    ResponderEliminar
  6. Oi cida, q texto liiindo, o amor faz ate os rudes se renderem <3
    Cida me visite tbm:
    Gilvaniaevans.com

    ResponderEliminar
  7. Que cheiro maravilhoso do jasmim que derramaste com tanta ternura ao longo do poema! Que palavras tão perfumadas que nos deixam tão felizes e a sonhar com tanto amor! Cidália e parabéns abriste as portas do teu jardim suavemente deixando-nos extasiados

    ResponderEliminar
  8. Linda declaração! Adorei a poesia! bjs,chica

    ResponderEliminar
  9. Ótima terça-feira a você Cidalia, grande beijo

    ResponderEliminar
  10. Lindo demais Cidália,uma verdadeira declaração de amor ao amado.
    bjs amiga
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. A sua poesia é muito boa. Cada poema aqui colocado tem-se sempre
    a certeza que é bom. Eu tenho.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  12. Que belo!! Um coração transbordando de amor, de ternura, carinho, sentimentos bons, só poderiam resultar em palavras tão lindas!

    Beijoo'os

    ResponderEliminar
  13. Belas palavras! =)

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Belo poema...Perfumado e carinhoso. Gostei muito.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Geralmente quem entra devagar num coração tem tendência a lá ficar...;-) E pelos vistos lá continua a perfumar o teu coração com perfume de jasmim.
    xx

    ResponderEliminar
  16. Que lindo poema sempre arrasando, Siga e curta o meu canal Nekitareis

    ResponderEliminar
  17. Um poema muito delicado, Cidália ,
    _bordas as palavras de maneira singular,
    beijinho

    ResponderEliminar
  18. mais , um amiga ,lindo e cheiroso............que perfume bom,beijinho amiga

    ResponderEliminar
  19. Maravilhoso e perfumado poema...Adorei
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Que bem que em cheirou este poema.
    Tão bonito

    ResponderEliminar
  21. Entrar devagar num coração é a maneira mais segura de lá permanecer...

    Bons sonhos, Ci :)

    ResponderEliminar
  22. Rosaria Marques Marques28 de outubro de 2014 às 23:48

    Belissimo poema. Deixa o amor entrar de vagar e absorve até ao mais intimo de teu coração o seu perfume.
    Beijinho com carinho

    ResponderEliminar
  23. Bom dia, devagar ou não é bom que seja para ficar, o amor é a chama que tem que se bem alimentada diariamente.
    Sobre o poema só posso dizer, " É MARAVILHOSO."
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. Bom dia, Cidália! O amor não tem mesmo pressa,melhor que chegue com calma e não com alarde. Lindo e amoroso soneto Desejo um dia azul, amiga!
    Saudações!

    ResponderEliminar
  25. Lindo Ci,

    Que seu dia seja tão lindo qto os seus versos.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  26. Belíssima paisagem primaveril. Só as brisas da paixão conseguem adentrar os jardins do coração com tamanha sutileza...

    ResponderEliminar