sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Todo o meu corpo em verbo A'mar

Sentia-me a enrolar como ondas
Em maré de agitada tempestade
Que por turbulência são oriundas
De um estado carente, e saudade

Sou  um turbilhão de sentimentos
Onde tudo o que sinto, é desejo
Que não serão apenas momentos
Mas sim, saudades daquele beijo

Em ondas, de agrestes remoinhos
Existe amor, e desejo de carência
Procuro teu amor pelos cantinhos
Mas apenas encontro tua ausência

Pelo areal deserto vou-te procurar
Vou enrolar-me nas ondas do mar
Ao teu amor carente eu quero dar
Todo o meu corpo, em verbo A'mar.
***
Cidália Ferreira


18 comentários:

  1. quadras que denunciam um etsado de alma, e uma saudade sempre presente.

    a foto é lindíssima.

    bom final de semana.

    beijo

    :)

    ResponderEliminar
  2. Um turbilhão de sentimentos, é o que este teu magnifico poema revela.
    Beijinhos e excelente fim-de-semana!

    :)))

    ResponderEliminar
  3. Maravilhosa e bem inspirada e o amor, grande, profundo! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Que lindo sentimento de um amor intenso e verdadeiro.
    Linda poesia.
    Beijos
    Mariangela

    ResponderEliminar
  5. Amei o poema amiga Cidália.
    Um amor verdadeiro e profundo.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Olá Cidália,

    Adorei um poema muito profundo !!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Muito bonito! Gostei principalmente da maneira como terminaste o poema.
    Bom fim de semana, Cidália!
    xx

    ResponderEliminar
  8. Belíssimo Cidália.....amei!
    Um maravilhoso final de semana para você...beijinhos. ♥

    ResponderEliminar
  9. Rosaria Marques Marques8 de agosto de 2014 às 19:08

    Amar: único verbo de impossível conjugação pretérita!
    Reinaldo Ribeiro - O Poeta do Amor
    Um belissimo poema,mt revelador do que está no coração. Um beijinho

    ResponderEliminar
  10. O Cidália,
    Que beleza de poesia, você brinca com as palavras e sai um belo poema
    Parabéns pela criatividade
    Bom fim de semana
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  11. O mar inspira e o amor vem ao sabor das ondas.

    Muito envolvente.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Maravilhosa Forma de fazer poesia.
    Gostei
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. Olá
    Gostei muito deste poema, gosto das imagens do mar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. lindo poema que vai fundo dentro do peito...e se deixa tudo nas ondas do mar ...bej

    ResponderEliminar
  15. Que lindo, conjugar o verbo amar, versos ricos minha doce amiga, amei ler!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  16. Olá Cidália
    Lindo poema. O amor torna a vida um espetáculo. Bjs amada.

    ResponderEliminar
  17. O amor depois desse turbilhão transforma-se me mar calmo .
    Bonito poema Cidália
    bom sábado

    ResponderEliminar