terça-feira, 29 de julho de 2014

Vagueei por águas adormecidas.

Vagueei por águas adormecidas
Onde procurei o amor
Não encontrei carinho
Dei de caras com o desprezo
Que me invadiu o caminho
Aquele que ninguém quer
Mas entrou neste cantinho
Do meu coração magoado
O desprezo é tão cruel
É duro, com sabor a fel
Que faz doer minha alma
Levando o meu colorido
Até ás águas mais negras
De um  tempo tão cinzento
E assim vêm meus olhos
Que perderam todo o brilho
Agora perdem-se na escuridão
E em ermos sem multidão
Dói, o desespero
Em que está  meu coração
***
Cidália Ferreira

23 comentários:

  1. Bom Dia, amiga.
    Gosto deste poema, mas fico embrulhado numa tristeza.
    Quando será que as águas acordam definitivamente e a dor se transforma em sorrisos e alegrias ????? Hoje está um dia lindo demais para mergulharmos na tristeza, por isso votos de um excelente dia de estágio e, se por aí houver praia, um bom mergulho ajuda a levantar a moral..
    Beijinho !!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Melancolia em lindos versos! Bela inspiração,mais uma vez! bjs praianos,chica

    ResponderEliminar
  3. olá Cidália bom dia mais um lindo poema que eu bem conheço e adorei e quanta melancolia e tristeza beijos,laurinda.

    ResponderEliminar
  4. Nossa Parabéns!!
    Beijão ✿◠‿◠)✿
    ótima semana
    /(.”)__☆
    /||\
    _||_
    www.coisasdeladdy.com

    Convite:
    quer ganhar um tablet?
    participe!!
    http://www.coisasdeladdy.com/2014/07/sorteio-tablet.html
    Boa sorte!!!

    ResponderEliminar
  5. A melancolia é bela, a tristeza é bela, o poema é belo e melancolicamente triste.
    Beijos. D

    http://acontarvindodoceu.blogspot.p

    ResponderEliminar
  6. bom dia poetisa.. as vezes a calmaria não nos traz o amor pq este esta dentro de nós e insistimos em procurar fora..
    se só encontramos desprezo, solidão, estamos procurando longe de onde tal amor esta.. bjs e até sempre

    ResponderEliminar
  7. Espero que encontres a Paz que tanto anseias.
    Poema muito triste e como tal muito bonito,
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Doi mas a gente sobrevive.
    Até pq não devemos nos importar com quem não se importa com a gente.
    O tempo faz a gente aprender.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  9. Esse vaguear é muito triste!
    Lindo amiga Cidália.
    Bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  10. Como o poema bem demonstra, o desprezo é o pior sentimento com o qual se pode sentir. Só se despreza a quem não se dá valor algum...:-(
    Muito bom, saído das entranhas!
    xx

    ResponderEliminar
  11. [ o passado, recente e antigo
    reaparece forte na memória,
    alterando os ânimos.
    um dia de cada vez.]

    abç

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde,
    O que escreve revela a magoa que permanece dentre de si, é muito fácil aconselhar quando não se sente a mesma.
    Pessoalmente eu aprendi que só me aceita quem quer e vice versa.
    Dia feliz
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Oi Cidália,
    Linda poesia de uma tristeza sentida
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  14. Que perfeição os seus poemas e versos amei tenha uma bela tarde
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  15. Que lindo, parabéns Cidália
    Beijos e ótima terça-feira

    ResponderEliminar
  16. Oi Cidália vim conhecer teu blog que é muito lindo!
    Parabéns, virei sempre!
    Abraços,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  17. Algo tiene la tristeza que crea belleza.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  18. poema impregnado de um desalento latente, mas como eu sempre digo, há sempre um novo amanhecer.

    :)

    ResponderEliminar
  19. Lindo poema, sempre lindo e profundo. bjsss

    ResponderEliminar
  20. Oi Cidália,
    Não deixe a depressão pegá-la.
    Trabalhe e divulgue seu livro, mesmo aqui na Internet, o preço, como será a remessa e o pagamento.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  21. Boa tarde, Cidália. Quando a dor da solidão, desamor tomam conta do nosso ser é exatamente muito triste não ter como dominarmos e nos livrarmos de tais sentimentos assim quando queremos.
    A hora para a renovação e chegada do amor surgirá.
    Belo poema, amiga, adorei.
    Tenha uma semana de paz.

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde Cidália muito gosto em conhecer teu blog. Teu voto no Pena de Ouro foi validado e te espero na final. Gostei das tuas poesias tanto que coloquei teu blog na Galeria do Ostra da Poesia.
    http://galeria-do-ostra-da-poesia.blogspot.com.br

    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  23. Cidália o teu poema é lindo, mas muito triste é assim que te estas a sentir. tem calma dias melhores ande vir .beijinho grande.

    ResponderEliminar