quinta-feira, 29 de maio de 2014

Olho através da vidraça.


Olho através da vidraça,
Para dentro de minha alma,
Que segue e pensa em desgraça,
Com água límpida que escorre,
Apressadamente sem parar…
Com rasto na sua passagem,
Reflete no espelho a imagem,
Do meu rosto já sofrido,
Cansado e amargurado,
Por um tormento inacabado…
Quanto grita a minha Alma,
Que é muda, e sofre em silêncio,
Por uma dor que tanto amarga,
E me deixa nesta demência…
Tuas gotas de chuva me acalmam,
E alimentam minha esperança,
Nos instantes mais precisos,
Reflete na minha vidraça,
O valor da tua existência.

Cidália Ferreia

19 comentários:

  1. Bom dia amiga.

    Hoje, da minha vidraça
    Só vejo a chuva que cai
    Um tempo cinzento e triste
    O lindo sol já lá vai.

    Desejo um ótimo dia e ....aguardemos que o sol volte a brilhar !!!!

    ResponderEliminar
  2. Um olhar detrás da vidraça, mas muito atento.

    Parabéns, poetisa.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Oi tia Cidália.
    Dá uma nostalgia olhar a chuva pela vidraça...
    Lindinha poesia
    Beijos
    Mundo dos Inocentes

    ResponderEliminar
  4. Lindo esse olhar pela vidraça, bela poesia!bjs,ótimo dia,chica

    ResponderEliminar
  5. Realmente, é um momento de refletir.

    www.cantinhodopoderfeminino.blogspot.com.br - passa lá.

    ResponderEliminar
  6. Até olhando pela vidraça sai um belo poema, lindo
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Bom dia Cidália
    Que bela poesia! Muito sentimental!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  8. Amiga que lindo poema amei.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  9. Lindo poesia amiga Cidália e com muito
    sentimento.
    bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  10. Olá Cidália
    Desejo um belo dia. O sol volta sempre a brilhar por trás da vidraça. Bjs amiga.

    ResponderEliminar
  11. oi Ci

    Na tua vidraça, precisa refletir o valor da tua existência, só depois a do outro.
    Tem dias que parecem grandes tempestades, mas tenha certeza o sol sempre volta.

    bjokas com carinho =)

    ResponderEliminar
  12. Olhar através da vidraça quando essa é banhada pela chuva faz-nos sempre imaginar sonhos bonitos.
    Gostei muito do poema-...
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. .

    Eu vim para dizer que resolvi seguir
    seu blog e deixar um beijo, mesmo
    que discordemos do possível assedio
    que o padre pode estar sofrendo no
    meu blog.

    Uma beijoca e parabéns pela postagem
    de hoje.



    .

    ResponderEliminar
  14. Oi lindona adorei seu blog Parabéns pela postagem,vou voltar com certeza e já estou participando,quando puder da uma forcinha e segue o meu :) fico grata e feliz beijos! :*

    blogmuitolinda.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  15. Belíssimo poema, mas a alma não pode calar-se.
    xx

    ResponderEliminar
  16. Não importa se através da vidraça caia a chuva, o certo é que o sol sempre virá depois, passando pra desejar um ótimo domingo beijos.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderEliminar
  17. Querida Cidália
    As gotas de chuva trazem-lhe calma! E a calma opõem-se à azáfama do mundo que tem de se subordinar à sua harmonia interior.
    Tem a consciência tranquila de quem cumpre o seu dever quotidiano e isso é o que importa.
    Parabéns pelo poema.
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderEliminar