sexta-feira, 21 de março de 2014

"Perdi meu coração"


Perdi meu coração,
Por entre pedras cristalinas,
Gastas pelo cansaço,
Das movimentações divinas,
São pedras vividas com vida,
Já cansativa e vencida,
Podem ser  frágeis,
 Duras meigas, e cruéis,
Ficando à semelhança,
De encontrar esperança,
E nunca perder a beleza…
São divididas pelo amor,
Quando o tento encontrar,
Sendo já tarde demais,
Porque alguém o encontrou,
E carinhosamente...
Uma Flor me Deixou.
******
Cidália Ferreira.


24 comentários:

  1. Amiga que belo este alguém que deixou essa flor
    é aquele que te ama de verdade.
    tenha um final de semana abençoado.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema amiga, gostei !!!

    Quem sabe
    Ao plantar essa flor
    E tratando-a com carinho
    Vai preencher seu jardim,
    Guarda-la-à para sempre
    Nem que seja num cantinho.

    Beijinhos e um excelente fim de semana !!!!!!

    ResponderEliminar
  3. Inspiração ,mais uma vez, linda!! beijos,tuuuudo de bom,ótimo fds!chica

    ResponderEliminar
  4. Perdeste teu coração
    Entre pedras cristalinas
    Procura com atenção
    Dentro dessas pedras divinas

    E verás uma pedra iluminada
    Coração de luz em esplendor
    Outra ao lado, encantada
    Será o coração do teu amor
    ............................
    Minha homenagem ao teu lindo e perfumado poema
    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Lindo poetar!
    um feliz fim de semana para ti.
    abração com carinho

    ResponderEliminar
  6. Se alguém encontrou o teu coração e uma flor te deixou é porque guardou e tratou bem o teu coração, embora tu às vezes possas ter dúvidas sobre isso...;-)
    xx

    ResponderEliminar
  7. Emocionante e profunda sua poesia nunca é
    tarde de mais quando se ama! abraços...
    faco o convite à conhecer meu blogger
    http://magdadefarias.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  8. Que lindo, amor e flor, melhor demonstração não há!
    Abraços linda amiga!

    ResponderEliminar
  9. Ci

    tenha um maravilhoso fds.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  10. Que bom que fica sempre o amor,através de uma flor.
    Lindo amiga Cidália.
    bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. Hoje Dia Mundial da Poesia não poderia deixar de vir aqui
    e deixar-lhe um beijinho muito especial.
    Sem poesia a vida seria muito menos sensível.
    Um beijinho
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  12. Querida Cidália
    Que lindo poema!
    Perder «o coração entre pedras cristalinas», é uma imagem muito bonita!
    Parabéns
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderEliminar
  13. Cidália!

    Linda poesia, quando perdemos o coração, ele com certeza não vai parar de bater, encontrando águas cristalinas.

    Agora estou postando no meu outro blog.

    http://poesiasdorecanto.com.br

    Bom fds
    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Hoje é o dia Mundial da Poesia.
    Parabéns á poetisa Cidália!
    Gostei muito do poema
    Bom fim de semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Minha querida amiga!

    Como tem passado, e como se está a dar com o seu curso? As pedrinhas, que já encontrou e continuará a encontrar pelo caminho, são normais, porque, pense bem, ora um caminho, uma caminhada, tem sempre pedrinhas, impurezas, imperfeições, que nos sujam os pés, as mãos, e até o coração, mas ele tem muita capacidade de armazenamento e de circulação.

    Quanto ao seu poema, está muito bem estruturado e redigido, e o aspeto, dele, ou seja a disposição do mesmo, valoriza a estética da poesia.
    Continue a escrever, porque quanto mais se escreve, melhor se escreve.

    Então, perdeu o seu coração em pedras boas, alvas e cristalinas, e apesar das vicissitudes da vida, alguém o encontrou, lhe deu valor, e até lhe deu uma merecidíssima flor. HÁ HORAS DE SORTE, QUERIDA CIDÁLIA!

    Obrigada pelo seu sincero e límpido comentário no meu blogue. Todos/as nós gostaríamos de ser personagens nesta situação, ou outra, em determinados momentos. São entrega, doação e verdade.

    É NORMAL, HUMANO E FAZ BEM À ALMA E AO CORPO.

    Resto de boa sexta-feira e excelente fim de semana, com sol.

    Beijinhos, com estima e apreço da Luz.

    PS: quanto ao facto de lhe terem feito esse pedido, no mínimo, indecoroso, deselegante, e nada doutoral, lamento que as pessoas procedam, assim.
    Há muitas maneiras de dizermos e fazermos as coisas, e sempre que bloqueio seguidores, por exemplo, e já o tenho feito várias vezes, é porque não comentam o que escrevo, mas colocaram nos painéis dos meus blogues a foto deles/as. Eu dou, sempre, mais do que recebo, portanto, sinto-me no direito de bloquear, quem nem um olá me dirige.
    Se a pessoa entra em contacto comigo, perguntando-me o porquê da minha atitude, repondo-lhe, com verdade. Diga-se que já tenho eliminado seguidores, por distração, não associando o nome dele/a ao blogue.

    DOUTORES, querida Cidália? Há poucos, em Portugal, ou seja, pessoas que tiraram o Doutoramento. Temos é muitos lics (licenciados, nisto ou naquilo), portanto, esqueça essa do doutor/a. Somos todos iguais no nascer e no morrer. ACREDITE QUE FICO DESCONFORTÁVEL COM CERTAS ATITUDES.

    Beijinhossssssssss

    ResponderEliminar
  16. E QUE VC ENCONTRE SEU BELO CORAÇÃO
    NESSE POEMA LINDO COMO TODOS QUE ESCREVE

    Bom final de semana
    Abraços com carinho de sempre

    ღ(•‿•)ღ
    .._/█\_ ♡ ..Rita!!!!

    ResponderEliminar
  17. Deus queira que o teu coração esteja sempre alegre e cheio de boa saúde!! Excelente fim-de-semana!! Fica com deus!! http://sandrasofiaafonso1.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Lindo poema amiga! Parabéns pela inspiração.
    Está cada dia mas belo os seus poemas.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidalia
    Nós crianças inocentes achamos linda a sua poesia.
    Beijos
    Mundo dos Inocentes

    ResponderEliminar
  20. Voltando pra te abraçar e apreciar a poeta Cidália , ao som de uma linda canção,
    bonita poesia
    que cheguem as flores,
    com abraços

    ResponderEliminar