quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

"Encontrei meu coração!"


Encontrei meu coração
Sozinho, estava a sonhar
Sussurrava-me baixinho
Para com ele partilhar
Os momentos irreverentes....
Fazer algo já mais pensado
Ultrapassar os limites
Quebrar todas as barreiras
Preconceitos e tabus...
Estou de cabeça virada
Seduzida, atraída
Pelo meu imaginário
Muito fértil e perverso
Atrevido descontraído
Sonhando com teus dedos
Ternos suaves e meigos
Fazendo visita guiada
Pelos jardins do meu corpo
Sentido que nos atrai
Sentimento consciente
Não será um pesadelo
Mas sim
 Coisas da mente
****
Cidália Ferreira

21 comentários:

  1. Coisas da mente de quem ama, vive, lembra sempre o amor! bjs, ótimo dia,chica

    ResponderEliminar
  2. Lourdes Piedade Patacas6 de fevereiro de 2014 às 09:32

    Quando temos tranquilidade e segurança a vida tem outro sabor, ainda bem que encontrou o coração. Poema muito bonito, gostei , beijinhos Cidália,

    ResponderEliminar
  3. Muitas vezes,nossos corações encontram-se sozinhos,mas
    em nossos sonhos estão sempre bem acompanhados.
    Lindo poetar amiga Cidália.
    Um ótimo dia à você.
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderEliminar
  4. Amiga bom dia é muito bom encontrar a outra metade, amei a poesia.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  5. oi Ci


    O amor é sempre lindo, quem ama sempre se transforma.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  6. Em cada folha desfolhada, encontramos as mais lindas e surpreendentes palavras.
    Cada vez mais lindos poemas..Obrigado amiga. Quando o livra for apresentado, quero estar nos primeiros lugares da fila !!!!!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Belas palavras..é sempre bom vir ao teu blog..sempre me emociono

    ResponderEliminar
  8. Belo poema, Cidália! Estás a escrever cada vez melhor!
    Mas será que esses dedos vão precisar de uma visita guiada?!..:-)
    xx

    ResponderEliminar
  9. Visita guiada para os dedos? Mas pode? loool
    Estás de cabeça virada? Mas como? Andas para a frente e olhas para trás?

    Claro que estou a brincar.
    Gostei muito do poema. Bem escrito como sempre

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És muito brincalhão, Ricardo...

      O nosso imaginário leva-nos a andar desvirados, nem dá para entender! Saiu assim...

      Fico feliz por gostares.

      Obrigado.
      Beijo

      Eliminar
  10. E esses dedos terão como destino o coração.

    beijos

    ResponderEliminar
  11. Bom dia querida amiga.. encontraste algo que nunca se perdeu de vc.. ele é essencial para verter os versos que vertes bjs de bom dia

    ResponderEliminar
  12. Olá Cidália!
    Os seus belos poemas só mostram o grandioso talento que tem.
    Mais um que adorei
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Olá Cidália
    Esses dedos são muito bons.kkk
    Gostei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  14. Boa tarde,
    Criação belíssima do belo poema, quando se encontra novamente o coração ele volta a bater mais forte.
    Abraço
    ag

    ResponderEliminar
  15. Oi Cidália nossa imaginação corre solta em seus poemas ,lindoooooo.
    http://crismandarini.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. O imaginário sempre nos leva para vários lugares, e este teu imaginário fez bonito.
    abraço

    ResponderEliminar
  17. É muito bom quando encontramos o coração, ele bate mais forte poema lindo fascinante, Cidália passando pra deseja uma ótima quinta-feira beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  18. Querida Cidalia
    Essa mente esta cheia de vida, de amor, de desejo! Bons prenuncios para um optimo fim de semana. Oxala seja assim!
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderEliminar