quinta-feira, 5 de setembro de 2013

"Banco de Jardim"


Um banco de jardim...
...sentada
Esperando o dia
Que o amor, sonhado
 Trouxesse magia, lugar solitário
 Um banco, uma alma sonhadora
Uma espera tardia
Um sonho de vida
Esperava...
Por tudo e por nada
 Sentada…
Tarde amargurada
Por carinho, inspirada
Um lágrima saltava
Num caminho incerto
Olhar  mostrando tristeza
 Pelo sufoco da tua ausência…
Aquele lugar, estava marcado
Pela minha presença
Insistência 
Teimosia talvez
Apenas porque sei

Da tua existência
Meu amor
******
Cf

50 comentários:

  1. Bom dia Cidália

    Que não se eternize o ditado: Podes esperar...sentada

    Que esse amor que a tua imaginação espera chegue um dia, nem que seja em aragem de carinho, que te refresque a alma e o coração

    Fica feliz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sentada sim...vou esperar
      Pela "aragem" da imaginação
      Sinto que estou a desesperar
      Sem "refrescar" meu coração.


      Obrigado pela tua visita
      Boa tarde.




      Eliminar
  2. Bom dia Cidália.....eu acho que tudo que fala de amor é lindo....mesmo que em algumas vezes.....triste.....
    Beijos e um bom dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Bete Marcolini
      Seja bem vinda

      Obrigada pelo carinho, volta sempre
      Beijos

      Eliminar
  3. Essa certeza da existência vale esperar em qualquer banco de jardim! beijos,chica

    ResponderEliminar
  4. Um pouco triste,mas lindo nessa espera em um banco de jardim.

    Parabéns amiga Cidália,gostei muito.

    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tardeCarmen Lúcia

      Obrigada pela sua carinhosa visita
      beijinhos
      Volte sempre

      Eliminar
  5. Oi Cidália
    A vida é uma contínua espera
    Um beijo
    A minha postagem hoje não quer sair na lista de blog
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dorli
      Obrigada pelo carinho

      Muita gente se queixa do mesmo.. deve ser da google.
      Volte a postar

      beijinho

      Eliminar
  6. Bom dia linda!!!
    As vezes esperar é preciso, mesmo quando estamos tristes.
    O meu GG viaja hoje, ficaremos alguns dias longe, então será a minha espera, triste pela ausência, mas feliz pelo retorno.
    No amor e na vida temos essas sensações de espera, não é mesmo?
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ritinha
      É uma verdade o que dizes
      Obrigada pela tua sempre carinhosa visita, um beijinho grande.
      A "separação" é boa para causar saudades, lool

      Volta sempre

      Eliminar
  7. Espera tudo bem, mas até quando? As vezes não vale apena. Lindo poema amiga. Um bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nádia
      Ó que vale é que é apenas na imaginação, lool
      beijo, obrigada pela tua visita

      Eliminar
  8. oi Ci

    que a sdd vá morar bem longe de nós.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Cidália.. vai chegar o dia que a tristeza será sublimada de nós.. só não sublimamos ainda pq damos de comer a ela todo dia até sempre bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Samuel
      Concordo! Obrigada pela tua carinhosa visita.
      beijo, volta sempre.
      Hoje não saiu postagem?

      Eliminar
  10. Bela poesia Cidália !

    Eu por exemplo já fiquei sentado no banco da praça, dos ônibus, da calçada de casa, e até da poltrana aqui de casa esperando um amor. Não veio... rsrs. Mas um belo dia, ele apareceu e vivo feliz, mesmo com uns atritos. E lá se vão 7 anos ! Mas devemos esperar sim, pois quem procurada demais, acaba encontrado o que não presta. Tudo tem o seu tempo.

    Fique na paz !

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/2013/09/colo-de-mae.html

    ResponderEliminar
  11. Quantas reflexões sobre um banco de praça! Lindo, criativo e muito sensível.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana Bailune
      Obrigada pelo seu carinho
      Beijinho volte sempre

      Eliminar

  12. Sentada no banco do jardim
    Eu te venho encontrar
    Te desejo felicidade sem fim
    E muitos anos para namorar!

    O namora dura toda a vida
    Conforme o desejo de cada um
    Com prazer mais sentida
    O azeite conserva o atum!

    Esperando um dia
    Que o amor sonhado
    Regresse com alegria
    Este banco enamorado!

    O teu poema, o teu amor
    Solitários na magia
    Espera aí vou colher uma flor
    Para te oferecer, pela tua simpatia.

    Boa tarde e um beijo para você,
    amiga Cidália Ferreira.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, Eduardo
      Que bonitas quadras, gostei muito.
      Obrigado pelo carinho

      Beijo

      Volte sempre

      Eliminar
  13. Quanta angústia retratada neste poema...!!!! Uma espera que tarda em chegar!!!! Que o teu coração consiga sair refrescado para escreveres mais e mais......O velho ditado que quem espera sempre alcansa...nem sempre funciona...e esperar sentado também não dá muito jeito.....!!!!! Continua.....quero mais alegria na tua escrita!!!

    GABY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Querida Amiga, GABY
      Não ando realmente bem, mas este poema, é fruto de imaginação, lool

      Como gosto de te "ver aqui"... És sempre bem vinda.
      Um beijinho com carinho!!

      Volta sempre.

      Eliminar
  14. Respostas
    1. Olá Pérola
      lool, será? (:
      Um beijinho para ti
      Obrigada pela visita

      Eliminar
  15. Respostas
    1. Boa tarde Luana Mendes
      Obrigada pela tua carinhosa visita

      beijinho.

      Eliminar
  16. Pelo amor vale a pena esperar no banco de jardim, Cidália te desejo uma ótima quinta-feira, beijos.
    Blog/Grupo Amigos/FanPage/ Pinterest

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lucimar da Silva Moreira

      Boa tarde
      Obrigada pela visita carinhosa, volte sempre

      beijinho

      Eliminar
  17. Respostas
    1. Olá Margoh
      Obrigada pela visita..
      beijinho, volta sempre

      Eliminar
  18. Quando a saudade nos enfrenta acabamos sentados olhando o passado.
    As lágrimas soltam-se livres e são compensadoras...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vindo
      Luis rodrigues coelho Coelho

      Obrigado pela sua carinhosa visita ao meu cantinho

      Abraço

      Eliminar
  19. Um banco onde se sentou a saudade!!!

    Belo e sofrido poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. Ai, eu já esperei tanto sentada, e fartei-me. Agora já não espero nada...;-)
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Laura,
      Fez-me soltar uma gargalhada.
      É uma verdade

      Um beijo, e obrigada.

      Eliminar
  21. Olá Cidália
    Linda reflexão. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  22. Olá Cidália
    Belo poema....mas ..... sentada a espera.... é muito amor e triste...
    Beijos com carinho....Araan.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Araan
      Pois..
      Beijinho e obrigada
      Volta sempre

      Eliminar
  23. A momentos em que precisamos para e refletir, em um banco de jardim onde possamos esperar sem pressa.

    Bjs...Janini

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia janini
      É verdade..Obrigada pela visita
      beijo
      Volta

      Eliminar
  24. Bom dia amiga Cidália!
    Belo poema... esperar pelo nosso amor sempre vai valer a pena... sentar em um banco de jardim para refletir é muito bom, assim que comecei a escrever, escrevi muitos rabiscos sentada em um banco de praça... e deixava a imaginação me levar, poema é emoção, pena que alguns comentam poema usando a razão e perdem a oportunidade de fazer uma linda viagem.

    Gostei de ler-te amiga!

    Beijos em seu coração!

    Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Fernanda

      Já tinha dado pela tua falta..
      É uma verdade, o que dizes

      Um beijinho carinhoso,volta sempre

      Eliminar
  25. Olá Cidália,sempre é bom esperar pela volta em um banco de jardim.

    Lindo poema.

    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar