sexta-feira, 5 de julho de 2013

Tua ausência...


Tua ausência  é sentida...
Tua indiferença  machuca...
Teu desprezo  dá-me  dor...
Tua  voz  eu já esqueci...
Tua cara,  ainda  lembro...
Teu carinho recordo sempre...
Teu silencio, me deixa triste...
Tuas músicas,  apenas ouço...
Tuas frases,  tento estudá-las...
Apenas sobram tristezas...
Quando penso,
Que  eram promessas,  em vão...
Vivo na incerteza, mas
... ainda tenho
Esperança de  um dia,
te encontrar...
Contigo poder conversar...
Poder olhar-te nos olhos...

E teu coração, abraçar…
****
Cf


22 comentários:

  1. Olá.
    É o teu todo que fortifica, o meu querer.
    Amei passar por aqui lendo.
    Estou te deixando um...
    CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja Bem vindo ao meu blogue..
      Obrigado
      passarei por lá
      Abraço
      Volte sempre.

      Eliminar
    2. Os meus parabens pelo teu blogue.Gostei muito
      Américo Rebelo

      Eliminar
  2. Sempre inspirada procurando nas lembranças do pensamento forças e desejos ocultos

    Quem espera, desespera...mas também se diz: A esperança é a última a morrer

    Tem esperança

    Que a felicidade te acompanhe sempre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ricardo
      loool.. Obrigado pela tua visita

      Volta
      Beijinho

      Eliminar
  3. A ausência gera espera o que é sempre doloroso e triste
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Silvia Negrais
      Obrigado pela visita.
      Volte sempre.

      Eliminar
  4. Ai, essas esperanças que não passam de ilusões, mas às vezes é tão difícil esquecer quem nos despreza....talvez por isso mesmo....:-(
    Um beijinho Cidália!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um beijo Laura Santos
      Obrigada pela sua visita
      Volte

      Eliminar
  5. Bom dia...
    Pense que depois da ausência, se tem amor, a presença será intensa (nossa! até rimou).
    Tenha um excelente final de semana.
    Grande beijo
    Ritinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ritinha
      Pois..
      Beijinho e um bom fim de semana.

      Eliminar
  6. Poder olhar-te nos olhos...
    E teu coração abraçar.

    Lindo, muito lindo amiga Cidália!

    Beijos! Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fernanda Oliveira, obrigada
      Fico feliz por gostar.

      beijinho e
      volte sempre

      Eliminar
  7. Gostei do blog, já estou seguindo.
    A ausência da pessoa que amamos literalmente doi no peito.

    bjokas e um lindo fds =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um beijo, Bell
      Seja bem vinda ao meu blogue

      Obrigada pela visita
      Volte

      Eliminar
  8. Gostei!!!! Pese embora a tristeza contida neste poema penso que melhoras de dia para dia....!!!! Parabéns!

    GABY

    ResponderEliminar
  9. Oi Cidália
    Que linda poesia de amor, apesar da tristeza, seus escritos são lindos!
    Obrigada
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dorli, amiga...
      Muito obrigada pela sua visita

      Beijinho e volte sempre. (:

      Eliminar
  10. Lindo poema, relembrar o amor na esperança de o reencontrar!
    Viver é assim, dias bons e dias ruins, esperança essa que ficou na "caixa de pandora"!
    Abraços!

    ResponderEliminar