quinta-feira, 6 de junho de 2013

O Frio voltou


O frio voltou
Dou por mim a falar sozinha
Tempo trocado,  andará revoltado
Um dia  calor, outro frio,
E o vento?
Pensando  no passeio  que daria com vontade
Braços abertos  olhos fechados,
Sorrio.
Outro dia  de frio,  que estranho
  Onde andará o Verão?
Penso
E se um dia nos deixar?
Nada é como dantes, uma verdade
Espreito pela porta,  sentindo a força do vento
arrepios de um tempo trocado
 teimoso,  
De um Verão que teima em não voltar.
Árvores  sacudidas  pelo tempo
Sem frutos, provocado  pelo vento
Resultado de tudo trocado
De uma natureza amuada
   E o calor?  
****
Cf                     

12 comentários:

  1. Oi Ciália
    Obrigada , gostei da sua presença .
    E d seu blog, um lindo poema _ certamente o verão virá ... curta o friozinho _por aqui é outono e gosto quando o sol fica mais ameno ,
    bons dias ,um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada.
      Volte sempre, gostei do seu perfume no meu blogue.
      Beijinho

      Eliminar
  2. ... desculpe errar o Cidália tá?
    bj

    ResponderEliminar
  3. Entre enlaces de palavras sai o poema sentido de uma alma poética. Gostei de ler.

    ResponderEliminar
  4. Um poema é sempre um estado de alma. Fazer frio ou calor o que interessa é a ferscura do coração

    ResponderEliminar
  5. Gostei....sei que estás a um passo de seres poetisa!!!!!

    Gaby

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahaahha... Achas??
      Beijinho, e obrigada pela tua visita.

      Eliminar