sexta-feira, 7 de junho de 2013

Chuva fria


Tarde fria e chuvosa
Bate a saudade
Deixa-me chorosa
A melancolia, a ansiedade...
Aos poucos, vou "morrendo"
É como se parasse no tempo
Meu coração está sofrendo
Longe está o pensamento
De todo este tormento
É saudade de ti meu tesouro!
Com “palavras” recordo,
Outros tempos, que já passaram
Queria voltar atrás
Em certas recordações
Algo diferente faria,
Deixava a timidez
Saltava com alegria,
Desta minha rebeldia
E com vontade de dizer,
Este é o meu destino.
Te diria, baixinho
Aquilo que nunca ouviste
Abraçava-te com carinho
Nesta tarde de chuva, triste
Saudade no meu caminho!
*****
Cf

16 comentários:

  1. Soberbo. Muitos parabéns pela imaginação e veia poética

    Adorei ler.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado. Apenas ando a ver se apanho jeito para a coisa. (:

      Eliminar
  2. Outros tempos passaram e não voltam mais, adorei ler, assim com, a criatividade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade há tempos que não voltam mais.
      Obrigado pela visita, volte sempre.

      Eliminar
  3. Muitos parabéns Cidália. Continue... Gostei muito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá ana_slb Que bom "ver-te" aqui, obrigada.

      Volte sempre (:

      Eliminar
  4. Este poema sim adorei

    ResponderEliminar
  5. Amiga vim retribuir a visita...já seguia seu blog
    Belo poema melancólico coisas de um dia de chuva...
    Bjus

    ResponderEliminar
  6. Lindas palavras, lindo blog!
    Fico por aqui.
    Bem-vinda por lá.
    Um grande bj

    ResponderEliminar

  7. Olá Cidália,

    Lindo o poema.
    Tardes chuvosas costumam trazer melancolia, principalmente quando chegam carregadas de lembranças e saudades.

    Beijo.

    ResponderEliminar