segunda-feira, 17 de junho de 2013

À beira do rio.

Sentada à beira do rio
Olhando  o infinito…
Lá longe,  
Algo que se aproximava
Eras tu, meu amigo “imaginário”
Chegavas  num barquinho  de papel
De  braços cruzados,  e  um olhar assustado,
Era como se te  faltasse o sol,
Nuvem escura carregada de tristeza
Se aproximava
Águas paradas , turvas,  pareciam “esquecidas.”
Nas areias,  procuro  pedras preciosas
Distraída,  com  tanta solidão...
Tu
Mostravas-me um sorriso…. "imaginário"…
Guardava-o com carinho,  num cantinho,
Do coração…
Debruçada,  sonhava...
Sozinha
Ao acordar,  observava o por do sol
Sorri...e continuava sentada
...À beira do rio
*****
Cf    (:




18 comentários:

  1. Um sorriso imaginário nesta segunda feira meio tristonha sabe sempre bem...parabéns pelo poema!

    ResponderEliminar
  2. Poema cheio de sentimento na espera de uma imagem que se reflicta no agrado do seu coração:O amigo "imaginário".

    Mas algo triste, talvez a mostrar cansaço pela espera...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lool, pois.

      Obrigado pela tua visita,que sempre me agrada.

      Eliminar
  3. nada melhor para iniçio de uma semana ,do que um poema lindo como este , parabéns a sua autora ....um dia magnifico , beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Bom dia Cidália, boita poesia, tb já me peguei assim várias vezes... quantas donzelas a mente já criou elas nunca chegaram, mas me presentearam com lindas poesias.. bjs e lindo dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Samuel Balbinot

      Obrigado pelas palavras.
      Volte sempre..Bejinho e um dia feliz

      Eliminar
  5. Muito bom este poema.....Reflete esperança e desilusão!!!! Mas espero lêr poemas com a felicidade intrínseca no que escreves!!!! Parabéns!!!! Gostei de lêr!

    Gaby

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz por gostares.
      Obrigada pela tua visita, que muito gosto.
      beijinho

      Eliminar

  6. Olá Cidália,

    Quantas vezes a mesma cena acontece em nossas vidas, não é verdade? Se não for à beira de um rio, poderá ser diante de uma mar maravilhoso que nos espreita em nossa espera e solidão.

    Dia maravilhoso para você.

    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, é verdade...
      Tenha um dia feliz, obrigada pela visite.
      Beijinho (:

      Eliminar
  7. Em barquinho de papel navegava
    Remando em tua meiga direcção
    Estava a ver que não chegava
    A tempo de te dar meu coração.

    A minha homenagem ao bonito poema que fez e nos oferece.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é bom "vê-lo" aqui
      Faz falta no meu cantinho
      Fiquei feliz com o que li
      Obrigado pelo seu carinho.

      Obrigado pela sua visita, volte sempre. (:

      Eliminar
  8. Olá olá querida Cidália,bela poesia,esta sentada à beira do rio,eu gostei imenso. Amiga te quero desejar uma excelente semana,tudo de bom para ti,continua assim escrevendo maravilhas. Beijinhos fofinhos e até breve,estás desde já convidada para visitares o meu espaço,serás bem-vinda. Fica bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia, Mafalda Sofia Antunes
      Obrigada pela visita..
      Boa semana para ti também
      Visitarei.

      Eliminar